Previsões para o fim do semestre

A próxima etapa do RA RACING CHAMP, que será realizada em 15 de maio, consagrará 4 campeões do primeiro semestre de 2016. A inovação do RA para 2016 foi a criação de 3 campeonatos no ano, sendo um composto por 3 etapas no primeiro semestre, outro no segundo semestre com 4 etapas, estas sem descarte, e a somatória geral das 7 etapas com descarte do pior resultado, sendo assim, pode-se ter 3 campeões distintos nos 3 campeonatos.

Na última etapa do primeiro semestre a pontuação máxima que um piloto pode conseguir são duas vitórias (80 pontos) uma pole position, e duas voltas rápidas, somando um total de 83 pontos. Isso para as categorias NP, SP e AS, a categoria Open a pontuação máxima é de 42 pontos. Essas serão as pontuações que usaremos nesta analise.

Começando então pela categoria Open, que tem como líder Jean Cardoso com 58 pontos. Levando 5 pontos de vantagem para o segundo colocado Moacir Andrade, que precisa vencer a bateria com pontuação máxima para garantir o título, independente da posição de Jean Cardoso, pois pelos critérios de desempate, Moacir ficaria na frente. Mauro Blum é o terceiro com 8 pontos atrás do líder, e será campeão vencendo com pontuação máxima com Jean Cardoso na 5ª posição e Moacir Andrade em 3º. O quarto colocado no campeonato é Matheus Simão com 48 pontos, que para ser campeão precisa de uma boa combinação de resultados, sendo que Jean não pode ser melhor que 5º, Moacir Andrade melhor que 3º e Mauro Blum em 2º. A situação de Cicero Liz para o título da Open também é bem difícil, para o título inédito ele precisa vencer e Jean Cardoso deve ser 7º ou pior, e Moacir em 4º, Mauro Blum em 3º e Cicero Liz em 2º. Para o sexto colocado Mario Junior ser campeão, o líder do campeonato não pode chegar na 14ª posição, o que seria a pior posição de Jean em sua história na Open. Portanto, os cinco primeiros colocados que tem reais chances de título na categoria.

Na categoria NP, os 15 primeiros tem possibilidades matemáticas de conquistar o título, porém a grande disputa pela primeira posição ficará entre Mateus Pereira e Beto Chamego, que tem uma pequena diferença de 3 pontos entre eles. Como a pontuação máxima é muito alta, é difícil prever prognósticos para a conquista do título. A condição de Bruno Albino para o título é difícil, pois tem uma diferença de 12 pontos para o líder, mas não impossível, basta que Bruno tire pelo menos 6 pontos do líder por bateria, ou seja, duas vitórias com o líder na 4ª posição. Historicamente no RA RACING CHAMP, diferenças acima de 15 pontos são difíceis de serem revertidas na última prova.

A disputa pelo título na categoria SP também será ponto a ponto entre o campeão dos dois semestre em 2015, Giovani Novaes e Jorge Garcia, com uma diferença de 3 pontos. Fernando Lima vem fazendo um ótimo trabalho estando em terceiro com 10 pontos atrás do líder e ainda vivo da competição. O quarto colocado Beto Chamego precisa fazer um trabalho perfeito para sair campeão da SP, ele está 12 pontos atrás de líder. Marco Vanin e Roger Moraes estão dentro da margem de 15 pontos de diferença e vão precisar de uma grande combinação de resultados para saírem com o título.

A principal categoria do RA RACING CHAMP, é a qual temos a maior diferença entre o primeiro e o segundo, Eduardo Guidi está a 20 pontos da frente de Samurai Sam, e precisará marcar seu adversário para sair como tetra campeão do RA RACING CHAMP, o terceiro colocado é Gilberto Moises que terá uma missão ainda mais difícil estando 27 pontos atrás do líder, mas comparecer e buscar pontos é de suma importância para todos, pois na pontuação anual, valendo o descarte as diferenças são muito menores, e qualquer ponto pode ser decisivo no final do ano.

Por Alan Aguiar

Galeria

Vídeos

Destaque