Entrevista - Bruno Albino

Hoje a equipe da RA RACING INTERVIEW conversou com o líder da categoria OPEN, Bruno Albino. Bruno vai completar seu segundo ano no RA RACING CHAMP, já conquistou dois vice campeonatos na categoria OPEN, categoria de acesso do maior campeonato de kart indoor do sul do Brasil. O piloto da cidade de Brusque novamente tem a chance de levar o título. Conheça um pouco mais sobre piloto Bruno Albino e sua preparação para a última etapa do campeonato, a qual, pode consagra-lo campeão, assim levando o título para a cidade de Brusque, Santa Catarina.

RA RACING INTERVIEW: Bruno, na próxima etapa você tem a maior vantagem dos pilotos que disputam o título. Qual sua preparação e expectativa para a prova?

Bruno Albino: Bom, estou liderando o campeonato com 4 pontos de vantagem para o Jean Cardoso, isso é muito bom. Venho me preparando todos os dias, treinando dentro e fora das pistas para esta última etapa. Acho que a expectativa é muito boa, vim fazendo um trabalho muito bom este ano em todas as corridas. Vou dar o meu melhor como sempre faço e espero que desta vez o título fique comigo. Mas corrida é corrida e só acaba na bandeirada final, então vou me esforçar para fazer um bom trabalho e se Deus quiser receber o título de campeão da categoria OPEN.

RARI: Você chegou a fazer a inscrição na categoria AS. Por que decidiu voltar a correr apenas na categoria Open?

BA: Havia feito minha inscrição na categoria AS, mas mudei minha inscrição de volta para a OPEN devido um sentimento de dever não cumprido em não ter conquistado o título da categoria e ter batido na trave nas duas temporadas passadas em que conquistei dois vice-campeonatos.

RARI: Caso o título aconteça nesta próxima etapa, você será obrigado por regulamento a subir de categoria, qual seria sua escolha?

BA: Caso o título venha nesta última etapa, acho que eu escolheria a categoria NP. Para tentar conquistar o título nela e depois ir subindo gradativamente até chegar na principal categoria do campeonato, a AS.

RARI: Você disputa o título da OPEN desde sua estreia, por que o título não foi conquistado nas temporadas anteriores?

BA: Tive duas temporadas emocionantes, em que muitas coisas aconteceram de uma vez, nas quais tive chances de vencer corridas e vencer o campeonato. Mas nas duas temporadas as coisas mudaram, uma hora mudaram a meu favor e de repente mudaram contra mim. Infelizmente aconteceram casos de corridas que acabaram tirando o título de mim, mas acho que temos que se orgulhar de todas as duas temporadas, levantar a cabeça e comemorar tudo o que fizemos. Tive momentos difícies e felizes, mas acho que faz parte do esporte. As vezes as coisas acontecem para nós aprendermos e crescermos, mas vamos levantar a cabeça, trabalhar bastante e dar nosso máximo nesta última etapa para que tudo de certo e se Deus quiser dessa vez conquistar o título da categoria OPEN.

Galeria

Vídeos

Destaque