2012 ETP 07 - Chuva, mais velocidade, é igual a emoção!

Toda final de campeonato tem sua emoção, principalmente por colocar um ponto final na história escrita durante todo o ano, é neste ponto que todas as dúvidas são sanadas, no qual são coroados os campeões e consolados os derrotados, sem dúvida o ápice do esporte. Porém ninguém imaginava o quanto emocionante a última etapa da RA Racing seria, com direito a chuva, fim de jejum de vitórias e a consolidação de novos nomes no campeonato.

A previsão do tempo indicava chuva leve em alguns momentos do dia, porém como nas últimas quatro etapas, esperava-se que a chuva não aparecesse. Para a última etapa de 2012 foi utilizada uma forma de disputa diferenciada. Foram realizadas duas baterias, na primeira, os 4 líderes do campeonato que tinham a possibilidade matemática do título ficaram de fora, sendo assim, os outros 10 pilotos foram à pista para disputar 6 vagas para a bateria final.

Na primeira bateria, depois do treino classificatório Nardi Arruda largou na pole, seguido de Irineu Antonio, Adriano Santos, Ari Pereira, Alan Aguiar, Leonardo Arruda, Renato Simão que fez sua estreia na RA Racing em sétimo, Israel e João Aguiar, respectivamente.

João Aguiar e Israel brigaram com seus karts, João abandonou depois de uma quebra, voltou a pista com um kart reserva, mas devido a sua falta de experiência não conseguiu recuperação na prova. Israel rodou e acabou sem chances na primeira bateria. As disputas foram emocionantes, principalmente entre os pilotos Alan Aguiar, Ari Pereira e Leonardo Arruda. Com a rodada de Nardi perto do final da prova, o constante Irineu Antonio sagrou-se vitorioso na primeira bateria.

A segunda bateria teve o grid invertido de acordo com o campeonato. O céu estava muito escuro, era certo que a chuva cairia durante a prova.

A largada aconteceu sem incidentes, porém na curva 3, Nardi, Barni e Adésio se tocaram, e quem levou a pior foi Nardi que foi parar na grama. Já na segunda volta Alan Aguiar que seguia no segundo lugar, segurava seus adversários para que seu companheiro de equipe Irineu Antonio ganhasse uma vantagem considerável na ponta. Alan Aguiar na sequência acabou caindo para quinto lugar.

O panorama da corrida começou a mudar quando os primeiros pingos de chuva caíram sobre o Kartódromo Internacional do Beto Carrero, Irineu que estava com certa vantagem, conseguiu manter a liderança por algumas voltas mesmo com a forte chuva, porém devido a quantidade de água na pista acabou rodando, dando espaço para Renê Oliveira assumir a primeira colocação seguido de perto por Adésio Mathies e Ari Pereira. Na parte de trás do grid foi um show de rodadas, Adriano Santos, Leonardo Arruda e Nardi Arruda, todos viram o mundo ao contrário, brigando com seus karts e com a pista completamente molhada.

Adésio Mathies acabou rodando quando segurava a terceira posição, desta forma dando adeus ao campeonato de equipes e ao terceiro lugar no campeonato. Rafael Barni, que se envolveu em alguns toques no inicio da bateria, foi pouco a pouco se recuperando, melhor ambientado com estado da pista, Rafael consegue uma grande ultrapassagem e mesmo sofrendo pressão de Alecsandro Böhm segurou até o fim a terceira colocação na pista e na classificação geral do campeonato, assim garantindo o campeonato de equipes para a Topgear Pro Drivers.

Pelo receio de rodar devido as condições na pista, os pilotos favoritos ao título mantiveram o ritmo preciso para garantir a posição e a pontuação no campeonato.

Alecsandro Böhm pouco pode fazer com a pista molhada, não conseguindo manter um ritmo mais agressivo para chegar em Renê, assim garantindo o vice-campeonato, sua melhor posição na competição. Adésio Mathies, que é o maior vencedor no Kartódromo Beto Carrero surge com grande força para 2013, depois de uma segunda metade vitoriosa na competição.

Faltando poucas voltas para o final, o campeão do ano de 2011, Ari Pereira, ultrapassou Renê Oliveira, coroando sua brilhante corrida, andando no limite e mostrando porque foi campeão em 2011. Ari Pereira voltou a vencer depois de 1 ano e assegurou o terceiro lugar de equipes para a Nolimite Pro. Renê Oliveira cruzou a linha de chegada em segundo lugar, consagrando-se pela 4ª vez campeão da RA Racing.

Esta foi a última etapa do campeonato de 2012 e sem dúvida a mais emocionante. As previsões para o campeonato de 2013 são otimistas, pois muitas novidades estão por vir, uma destas é o numero de competidores que irá aumentar, possibilitando a criação de duas categorias. Aguarde que em breve traremos mais informações sobre o próximo ano.

Por Alan Aguiar e Irineu Antonio

Galeria

Vídeos

Destaque