-->
News

Entrevista - Jean Souto


A segunda edição do especial de entrevistas do Endurance BETO CARRERO 12 HORAS, chega com Jean Souto, representando a Mamute Racing, que retorna ao sul com bagagem para surpreender os adversários.

RA RACING INTERVIEW: Jean, poderia nos contar como surgiu a equipe equipe e a trajetória da até o momento?
JEAN SOUTO: A Mamute Racing foi criada em 2012 como parte de uma brincadeira entre amigos de empresa. A escolha do Mamute como nome e mascote da equipe foi em razão do peso dos integrantes, o que não mudou muito ao longo do tempo. Em 2013 a Mamute participa do primeiro endurance promovido pela extinta k7 no Kartódromo Beto Carrero onde, sem qualquer experiência e com um time formado apenas por estreantes no kartismo (Jean e Cíntia Souto e Evandro Balduíno) encerrou a sua participação na última posição. No mesmo ano a Mamute Racing chega a Capital Federal e mesmo sem planejar nada, a equipe foi conquistando pilotos e amigos até chegar a sua estreia em terras candangas, quando obteve a sétima colocação dentre os 25 times/karts participantes nos 200km de Brasília edição 2015. Depois desta prova a equipe se estruturou, investiu em equipamentos, na compra da sua sede própria (localizada no novo kartódromo de Brasília) e na contratação da Ismael Preparações como responsável pela preparação dos karts e pelo desenvolvimento dos pilotos (modalidade indoor e particular). Com os investimentos a brincadeira então começava a ficar mais séria. Novos integrantes foram incorporados ao time e a expansão se tornou algo natural. Vieram os patrocinadores e com eles, ainda em 2015, a Mamute Racing estreia em provas de endurance com karts particulares, quando participou das 6h de kart de Brasília edição 2015, correndo ao lado de pilotos como: família Piquet, Felipe Nars, Vitor Meira, dentro outros com carreira no automobilismo mundial. A participação por 3 anos seguidos (2016 a 2018) na Copa Brasília de Kart Endurance e nas 6 horas de kart do Distrito Federal trouxeram a experiência e a maturidade necessária ao time que hoje totaliza 19 participações em provas de longa duração. Com um título. 5 pódios e 11 vezes entre os top 10.

RARI: Como a equipe se organiza para o ENDURANCE BETO CARRERO 12 HORAS?
JS: Esta prova será diferente de todas as outras que a Mamute participou. Contaremos com pilotos de 3 Estados onde a maioria nem se conhece. Teremos pilotos do Paraná, Santa Catarina e do Distrito Federal compondo a equipe que contará com dois karts para estas 12h. Será um grande desafio para o time responsável pela estratégia que, mais uma vez será chefiado pela piloto Cíntia Trombim Souto. Para a composição do time foi definido o perfil desejado e, através de indicações fomos compondo a equipe. Particularmente estamos felizes com a equipe formada. Nestes primeiros 30 dias de projeto já foi possível perceber o comprometimento de todos e isso se reflete na busca de patrocínios onde já estão fechadas mais de 90% das cotas propostas para está prova. Tem sido um trabalho em equipe. Um esforço coletivo que deverá refletir na pista.

RARI: Qual a expectativa para o resultado da equipe no Endurance?
JS: Estamos retornando agora para o sul. Escolhemos este grande evento para marcar o retorno da Mamute Racing para a pista onde ela deu os seus primeiros passos. Não temos neste momento qualquer pressão sobre o resultado, pois somos estreantes na competição. No entanto, nós sabemos que temos bons pilotos em nossa equipe e que podemos surpreender muitos times ao longo das 12h. Neste sentido, a nossa expectativa é a melhor possível, vamos fazer a nossa parte; acelerar e nos divertir e deixar que a corrida nos conte o final. #somostodosmamute

0 comentários: