Entrevista - Eduardo Guidi

O RA RACING Interview conversa com o campeão da categoria AS de 2016 e atual vice-campeão Catarinense de Kart, o piloto de Florianópolis, Eduardo Guidi. Eduardo Guidi em 2016 tornou-se o piloto mais vitorioso do RA RACING CHAMP, o maior campeonato de kart do sul do Brasil. Eduardo levou seu sexto título no CHAMP e se prepara para 2017. Leia a entrevista realizada com o campeão:

RA RACING INTERVIEW: Você conquistou seis títulos da categoria AS, sendo que tivemos sete campeonatos até agora. Como você busca motivação para continuar brigando por vitórias?

Eduardo Guidi: Corro de kart desde os 6 anos, me criei nesse meio, enquanto houver corrida e uma boa organização estarei presente.

RARI: Neste ano de 2016, qual foi o ponto alto para você da competição e qual momento que você gostaria de esquecer?

EG: Meu melhor momento e mais emocionante sem dúvida foi a final para seletiva do Brasileiro onde não tinha o melhor kart e consegui a vitória, sem dúvida a melhor prova do CHAMP até o momento. Sobre o lado negativo acredito que no Endurance, estávamos em segundo e nosso concorrente com um kart 1 segundo mais rápido por volta não podíamos fazer nada.

RARI: Todos os recordes do CHAMP estão em suas mãos. Como é correr sendo o homem a ser batido?

EG: Procuro sempre dar o meu melhor e dar exemplo aos novos pilotos que estão entrando na competição, porém não me considero o "homem" a ser batido, simplesmente me divirto e o resultado é consequência.

RARI: Como você analisa seu rivais na AS, qual piloto poderá te desafiar pelo título de 2017?

EG: Temos pelo menos 5 a 6 pilotos que lutam pelo título e estão no mesmo nível, espero que em 2017 mais pilotos venham e lotem nosso grid e a competição melhore.

RARI: Com a possibilidade de mudanças na categoria AS, quais mudanças você considera interessantes para a categoria? E o que você espera para 2017 em sua categoria?

EG: Espero que com o limitador dos freios os karts voltem a potencia real de 13hp, que os karts sejam mais parelhos, que haja peças suficientes para os mecânicos trabalharem e que a AS continue sendo a mais leve para ter a "fama" de mais rápida. Mas confio muito nos organizadores que tentam usar sempre o bom senso e terem as melhores decisões.







Galeria

Vídeos

Destaque