Frank e Rodolfo analisam a NP em 2014

Essa edição do RA RACING INTERVIEW chega com muitas polêmicas, com as entrevistas de Rodolfo Souza e Frankwillians Sena da categoria NP.

Primeiramente os pilotos analisaram os pontos positivos e negativos do campeonato 2014, Rodolfo destacou como pontos positivos a organização do campeonato como um todo. Troféus, o site, a comunicação, as filmagens, divulgação dos resultados e tabela de pontuação rápida, o esforço em cumprir o cronograma e as datas. Além disso, também comentou a divulgação e exposição do campeonato em veículos de comunicação. Já Frankwillians relatou que a organização do evento foi de fácil acesso para tirar dúvidas e ouvir as reclamações e que as regras de pista são bem parecidas com grandes campeonatos de automobilismo.

Dentre os pontos negativos, Rodolfo foi enfático ao comentar o desempenho irregular, a má apresentação tanto visual, como de limpeza e falta de manutenção dos Karts. Ainda falou sobre uma possível imparcialidade do Kartódromo e de poucos fiscais de pista. Ele deixou como sugestão que a pesagem seja realizada ao final da bateria e que deveria ser feito sorteio do traçado a ser utilizado, no dia da prova.

Frankwillians levantou a questão do horário e a equalização dos karts, que não estava dentro do esperado. Ainda declarou que não concorda com a regra de descarte, segundo ele, privilegia os pilotos que não participaram de alguma etapa, desestimulando assim aqueles que participaram de todas, e tem uma etapa descartada.

A categoria NP teve em 2014 algumas desistências, Rodolfo Souza levanta algumas hipóteses para essa mudança. Ele afirma que como alguns pilotos estavam acostumados a correr em família, quando vêem o nível da competição, ficam frustrados e acabam abandonando.

“A expectativa é grande, o nome RA é forte, o nível de exigência da gente fica alto e aí qualquer detalhe errado desanima. Só ficam as fominhas (risos). Sentimos que o Kartódromo Beto Carreiro, não foi lá muito correto, transparente e imparcial com todos’’.

Já Frankwillians afirma que a diferença de desempenho entre os karts foi a maior desmotivação dos pilotos. O piloto acredita que a limitação da velocidade dos karts foi outro motivo para a desistência, pois mesmo que feito para segurança dos pilotos, o automobilismo se firma na velocidade.

Por Alan Aguiar

Galeria

Vídeos

Destaque